Just another WordPress.com site

>Um Planta que dá Pênis

>
A aparência curiosa de uma planta chamou a atenção de moradores do município de São José de Ribamar. O maracujazeiro de apenas dois anos, brotou frutos cujo formato é semelhante à genitália masculina. A dona de casa, Maria Rodrigues de Aguiar Farias, 53 anos, é a proprietária do maracujazeiro e explica como tudo começou. “Minha filha me deu as sementes há dois anos. No começo até recusei, pois maracujá dá em todo lugar, mas ela insistiu disse que seria um bom lugar para descansar embaixo da sombra e acabei aceitando”, acrescentou. Ela alega que a semente é parecida com a semente do maracujá tradicional, contudo, acha que não é maracujá. “Estou curiosa para saber que gosto tem”.
Segundo dona Maria, os frutos começaram a brotar no mês passado e a descoberta foi feita por seu filho que imediatamente comunicou o fato. “Mamãe, está nascendo um pé de pica no nosso quintal!”, contou.
O desenvolvimento da planta deve-se também a extrema dedicação da vizinha Maria Elizabeth da Cruz, que diariamente regava o maracujazeiro. “Eu sempre regava o pé, mas nunca imaginei que fosse ficar nesse formato. É muito estranho e engraçado. Parece muito com aquilo”.
Dona Maria Rodrigues afirma que várias pessoas mostraram-se interessadas no cultivo deste exemplar. “Vou distribuir as sementes para as pessoas que me pediram”. A visitação tornou-se frequente, porém, sempre sob os olhares atentos da dona. E dentre os curiosos estava o jornalista ribamarense Edson Rêgo, que propôs a divulgação do fruto. Totalmente orgânico

O fato mais intrigante é que Maria Rodrigues nega qualquer tipo de manipulação. “Eu só plantei e ela ficou assim. Meus vizinhos já batizaram de maracujá pica”, ressaltou.
Os engenheiros agrônomos da Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged) ficaram surpresos com o fato. Os técnicos da Aged optaram por analisar a planta e posteriormente elaborar um parecer a fim de esclarecer as possíveis causas para a anomalia do maracujazeiro.
Fonte: O imparcial

Comentáro de Amaury Feitosa, do blog [Amigos do Franklin]

Se esta fulana se ligar vai lascar as empresas fabricantes de material erótico, que virarão coisa do passado. Esta é muito mais higiênica, nutritiva e depois de ser usada pode ser recheada com carne moída, ou soja transgênica que é mais forte, servir de merenda escolar ou até de tira gosto de cerveja. O problema são as multinacionais que vão querer turbinar e aumentar a produtividade da cultura pica-maracujística com produtos químicos, o que será inaceitável. Se fosse prá colocar na deles duvido que fizessem isto, mas como será na do “público-alvo” vulgo “clientes potenciais”, não estão nem aí. Seria de bom alvitre o Gerente do BNB em São Luiz e o Superintendente lá, aproveitando aquela sua experiência em algodão herbáceo em Quixeramobim, irem organizando a cadeia e arranjos produtivos das tais revolucionárias maracupicas, a redenção da economia e do pacato povo maranhense, que finalmente ficaria livre das garras dos Sarneys que não teriam como controlar o novo produto que igual a chuchu e as gatas do Projeto Reviver dão em qualquer lugar e melhor, muito. Quem diria que a libertação do povo maranhense viria de picas ecológicas, eles que foram estuprados décadas a fio pelo paxá de bigode? O que falta acontecer neste mundo hein? Alvíssaras, inventaram a pica transgênica, ecologica e politicamente correta, cara até os acessórios são perfeitos e sem testosterona, que arde prá caramba (dizem né), e com jeitinho usa-se tudo. O PV já deveria estar à frente da grande novidade, parece que estou vendo a Marina e o Gabeira discutindo os benefícios e pedindo subsídios já que a bichinha é até bem verdinha, mas quem sabe criam uma verde-amarela, como já inventaram malancia e jerimum. As mulheres, mais racionais, aceitarão a verde mesmo, mas as bibas jamais, vão querer cor de rosa-choque ou amarelo-escândalo, exigirão isonomia constitucional e estarão certísismas, afinal o público consumidor GLS tem grana, cultura e coragem, rs. Até o Vaticano vai elaborar bula papal autorizando a coisa, não tem como, afinal a Bíblia diz que não pode haver “safadeza carnal” é com animais, mas maracujá é vegetal, então libera geral. Só tô com pena é das jeguinhas, depois de séculos vão pros museus ou pros matadouoros e viram salame de alemão. Já os “crentes” torcerão o nariz ao negócio, mas exigirão antecipadamente os sagrados 10% do dízimo, obviamente em nome da evangelização dos povos e das nações pagãs. Deve ser por isto que o Edir Macedo cria gado no Texas. Já os chineses pagarão qualquer coisa por ela, afinal as gatas dos zói rasgados e periquita rasa, que estão na penúria dos diabos já que não podem sem-vergonhar no tronco da bananeira, agora podem se esbaldar com maracujá, usar à vontade sem risco de fazer indesejados chiseninhos a inundar o planetinha. Finalmente, se inventarem a beringela com forma, sabor e cheiro de xoxota aí manos nossa economia explode de vez e tchau CHINA, seremos mais uma vez imbatíveis campeões do mundo. Vocês duvidam? A EMBRAPA faz pesquisas prá que mesmo? É já.

Taí, amei isto. Dou o maióóóóórrrr apôôôôio.

Fonte: Blog Abril – JC

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s