Just another WordPress.com site

>Em protesto, casal heterossexual inglês quer registrar parceria civil

>Um casal heterossexual inglês vai solicitar um registro de parceria civil, válido no Reino Unido apenas para casais do mesmo sexo, num cartório de Londres nesta quarta-feira (10) como forma de protestar contra o sistema que segundo eles “segrega casais de acordo com sua sexualiadade”, informa nesta terça (9) o diário inglês “Guardian”.

Tom Freeman e Katherina Doyle, ambos com 26 anos, anunciaram que vão ao cartório de Islington requisitar a parceria, embora acreditem que o pedido será negado. A tentativa de firmar uma parceria civil é parte da campanha “Equal Love” (Amor Igual, em inglês), cujo objetivo é desafiar o que ativistas chamam de uma dupla proibição ao casamento gay e às parcerias civis entre heterossexuais.“Nós queremos assegurar um status oficial à nossa relação de maneira que atenda às necessidades de direitos iguais e sem essa conotação negativa e sexista de casamento”, disse Freeman, que trabalha como administrador.

“Nós estamos fazendo isso contra a discriminação e em apoio à igualdade legal para todos, independente da orientação sexual. Esse sistema ‘separado mais igual’ que separa casais de acordo com sua sexualidade não é realmente igual. Todos os casais devem ter acesso às mesmas instituições, devem ter paridade de acesso”, diz.

A campanha Amor Igual é organizada pelo grupo LGTB (lésbicas, gays, transgênero e bissexuais) Outrage. Oito casais vão tentar se casar ou firmar uniões civis nas próximas oito semanas. Para os participantes, negar a casais gays e heterossexuais o mesmo tratamento contraria a Carta de Direitos Humanos.

Para o idealizador da campanha, Peter Tatchell, negar a casais heterossexuais o direito de estabelecerem parcerias civis é “heterofóbico”.

“É discriminatório e ofensivo”, diz ele. “Queremos o fim disso para que casais heteros como Tom e Katherine possam optar por uma parceria civil. Temos que questionar essa legislação injusta.”

Esta é será a segunda tentativa de Freeman e Doyle de registrarem uma parceria civil. No ano passado, o casal o mesmo pedido negado, também em Islington. O cartório informou nesta terça que a posição tomada na ocasião permanece a mesma.

“Como todos os cartórios, temos que seguir as premissas da lei sobre união civil, de 2004, que diz que para estabelecer uma união deste tipo o casal deve ser do mesmo sexo”, justificaram na ocasião, quando foi oferecido ao casal um casamento civil.

Fonte: G1

One response

  1. >Arrasaram !!!

    November 13, 2010 at 12:04 am

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s